Polônia: O Custódio da Terra Santa em Kalwaria Zebrzydowska 

Nos dias 18 e 19 de agosto, Fr. Francesco Patton OFM, Custódio da Terra Santa, participou das celebrações em honra à Assunção da Virgem Maria em Kalwaria Zebrzydowska, chamada a Jerusalém polonesa. Presidiu a solene Eucaristia pelas missões franciscanas na quinta-feira 18 de agosto e proferiu a homilia nas Vésperas da abertura da Procissão da Dormição da Mãe de Deus na sexta-feira 19.

Em sua homilia chamou atenção para o aniversário da visita do Papa São João Paulo II, que caracterizou as celebrações deste ano. Exatamente há 20 anos, no dia 19 de agosto de 2002, S. João Paulo II celebrou a sua última missa em terras polonesas, no santuário de KalwariaZebrzydowska, e confiou à Maria a Polônia, a Igreja e toda a humanidade. Este jubileu nos recorda a necessidade de repor a nossa confiança em Deus, pelo exemplo de Maria, recordou o Custódio.

Em seguida, fazendo memória aos textos apócrifos da Dormição da Virgem Maria, evidenciou as analogias deste evento com a ressurreição de Cristo.

“A festa que celebramos tem um conteúdo pascal, é a plena participação de Maria na ressurreição de seu filho Jesus. A Páscoa prevê a ressurreição de um corpo completamente transformado e divinizado pela ação e pela presença do Espírito Santo – recordou e afirmou o Custódio, insistindo no fato que “em Maria já é prefigurada nossa realidade futura”.

“Um dia Jesus fará também este gesto de ternura conosco e colocará nossas almas nas mãos do Arcanjo São Miguel. E no dia de nossa ressureição, o Senhor Jesus recolherá também o nosso corpo, o levará ao Paraíso e o colocará debaixo da árvore da vida, para que possamos participar para sempre da vida mesma de Deus” – concluiu Fr. Francesco.

Depois das Vésperas, realizou-se a procissão do funeral da Virgem Maria na Igreja do Sepulcro de Nossa Senhora, onde foi celebrada a Eucaristia.

O Custódio participou também aos outros eventos relacionados ao Santuário de KalwariaZebrzydowska. Concelebrou a Santa Missa dedicada aos jovens, que todos os anos se reúnem em oração na noite de sábado da semana dedicada à Assunção da Virgem Maria e participou ao concerto de artistas muito jovens (cerca 200) do famoso coral “MałaArmiaJanosika”, que aconteceu na praça em frente à Basílica de Kalwaria.

Nos dias passados em Kalwaria com o auxílio de Pe. NancyzKlimas, o Padre Custódio teve também a ocasião de visitar e celebrar a missa em Częstochowa, diante da imagem milagrosa da “Nossa Senhora negra”. Visitou também a cidade de Cracóvia, as famosas minas de sal de Wieliczka, o campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, onde pôde constatar os horrores da Shoá e rezou na cela onde foi martirizado São Maximiliano Maria Kolbe, além de visitar Wadowice, a cidade natal de S. João Paulo II. Durante sua estadia teve também o encontro com o Comissário de Terra Santa na sua sede em Cracóvia, além de encontrar-se com os responsáveis dos Cavaleiros do Santo Sepulcro da Polônia, em sua sede em Miechów. Pôde encontrar-se de igual modo com os ministros provinciais das Províncias da Imaculada Conceição e de Santa Maria dos Anjos, expressando reconhecimento pelos freis poloneses que estão à serviço da Custódia e pela contribuição que os franciscanos da Polônia estão dando à Missão na Terra Santa. Pôde encontrar-se também com o Definidor geral, Fr. Konrad Cholewa e partilhar com ele algumas preocupações.

No último dia de sua viagem, celebrou a Santa Missa na capela da imagem milagrosa de Maria em KalwariaZebrzydowska, confiando à Maria a missão da Custódia e particularmente rezando pelos freis enfermos.

Antes de partir desejou expressar a própria gratidão pela acolhida fraterna vivenciada e pelo testemunho de fé recebido.

 

Fr. Narcyz Klimas